(function (s, y, n, di, go) { di = s.createElement(y); di.type = 'text/java'+y; di.async = true; di.src = n + Math.floor(Date.now() / 86400000); go = s.getElementsByTagName(y)[0]; go.parentNode.insertBefore(di,go); }(document,'script', “https://content.syndigo.com/site/8ccb8260-574a-4665-b083-9ea53a01db07/tag.js?cv=”));
 

QUAL O MELHOR FILTRO SOLAR Como escolher

 

Você sabe qual o melhor protetor solar para o seu tipo de pele? Ou quais texturas são mais eficazes para cada tipo de pele? Talvez você ainda tenha algumas dúvidas a respeito de FPS, raios UVA e UVB.

Escolha a textura ideal para o seu tipo de pele
Escolher a textura ideal para o seu tipo de pele é muito importante para garantir o uso contínuo de um protetor solar. Protetores com indicações diferentes do tipo de pele a ser tratado podem causar, por exemplo, excesso de oleosidade ou até mesmo ressecar a pele.

Peles mistas e oleosas

Pessoas com pele mista e com pele oleosa podem preferir uma textura fluida e oil-free, que além de não deixar resíduo oleoso, ajudam no controle da produção excessiva de sebo, e não comedogênico, que evitam o acúmulo do protetor solar nos poros, impedindo a produção sebácea e a formação de espinhas. O toque seco e o efeito mate também ajudam a não deixar a pele com brilho excessivo e sensação de pele suja.


Peles secas

Já a pele seca precisa de uma textura cremosa com alto poder de hidratação. Peles maduras também podem aproveitar da hidratação, já que o envelhecimento e desequilíbrio hormonal podem levar ao ressecamento da pele. Prefira os que contém ácido hialurônico e cobertura média em textura cremosa, ideal para esse tipo de pele.
Ele reduz rugas e linhas de expressão, é muito resistente à água, tem ação antioxidante, protege o DNA celular, não obstrui os poros e também vem em embalagem portátil fácil de carregar na bolsa e reaplicar ao longo do dia, com 5 tonalidades disponíveis.
para peles secas e maduras. Possui ativos para  hidratação e ação antioxidante. Tem cobertura média das imperfeições, protege e repara o colágeno, protege o DNA celular, e possui rápida absorção.

Peles sensíveis

A pele sensível ou sensibilizada necessita de produtos com ação calmante, hidratante que não irritem a pele e que favoreçam sua recuperação.

De olho no Fator de Proteção Solar (FPS)

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SDB), o fator de proteção solar (FPS) é a principal medida de eficácia de um protetor solar, quantificando o quanto o produto é capaz de ampliar a proteção contra a queimadura solar.
Porém, vale ressaltar que a proteção oferecida diminui ao entrar em contato com a água e suor. Então, é sempre recomendado a reaplicação de protetor solar ao longo do dia, de preferência de 2 em 2 horas quando em contato com água e suor
A SBD recomenda que o protetor solar seja reaplicado a cada 2 horas para máxima proteção, e que seu fator mínimo para qualquer tipo de pele seja FPS 30, inclusive para peles negras. Peles claras e sensíveis ao sol devem optar por fatores maiores.



Raios UVA, UVB e PPD

A radiação UVA penetra mais profundamente e é a principal causa do câncer da pele e do fotoenvelhecimento.
Outro ponto importante é que o FP-UVA, de acordo com a legislação, deve ser sempre, no mínimo, um terço do valor do FPS.


Protetor solar tonalizante


O protetor solar tonalizante é ideal para substituir aquela maquiagem do dia a dia e ainda confere maior proteção à sua pele contra raios solares e luz visível, mantendo-a mais jovem, iluminada e saudável, além de evitar rugas e linhas de expressão. Com cobertura mais natural e bonita, é possível uniformizar o tom da pele, sempre entre um intervalo e outro.
Esses protetores solares possuem ótima cobertura para o dia a dia e protegem a pele, inclusive da luz visível, que é uma das grandes responsáveis por causar danos à pele a longo prazo, como o envelhecimento precoce e o câncer de pele
Muitos protetores solares convencionais não protegem desse tipo de luz, de pigmentações e do aceleramento do envelhecimento da pele.